NATAL LUZ
cultura novamente marca gov
SISU
MOTO CERTA
cultura novamente
JA CULTURA
GOVERNO DO DESENVOLVIMENTO
CACHOEIRA
OBRAS NO LITORAL CERTA
cultura novamente marca gov 2
Semana do servidor BANNER
TRANSPORTE COVID 19

Empresa de ônibus de Timon é acusada de atuar clandestinamente e transportar Covid do Pará para Teresina e Timon

Ramon não esconde que mantém a circulação de pessoas entre o Pará (um dos estados assolados pelo vírus),Timon e Teresina, através de seus ônibus

05/05/2020 16h01
Por: Walcy Vieira

O empresário Ramon Sousa, dono de uma frota de ônibus, está sendo acusado de ser um dos principais responsáveis pelo aumento da Covid-19, em Timon, Maranhão. Contra o isolamento social, Ramon (foto) não esconde que mantém a circulação de pessoas entre o Pará (um dos estados assolados pelo vírus) e Timon, através de seus ônibus.

Na semana passada, a Polícia Rodoviária Federal chegou a apreender um dos ônibus da empresa, acusando-o de transporte clandestino e de descumprir o decreto estadual que proíbe a circulação de ônibus no Estado do Maranhão.

Em uma emissora de rádio local, Ramon confessou que mantém ônibus circulando de Paraopebas (Pará) para Teresina (Piauí). Ele alega que a competência é federal, porém, quando seus veículos entram em território maranhense, passando de um município do Estado para o outro, estão sob a jurisdição maranhense e terão que cumprir determinação do governador Flávio Dino.

A situação se agrava mais ainda quando os ônibus rompem fronteiras e passam as barreiras sanitárias do Piauí, aonde o transporte de passageiros também não é permitido.

Nos ônibus do empresário Ramon não existe, sequer, termômetros para aferir a temperatura de seus passageiros.