cultura novamente marca gov 2
cultura novamente marca gov
CACHOEIRA
NATAL LUZ
OBRAS NO LITORAL CERTA
SISU
Semana do servidor BANNER
GOVERNO DO DESENVOLVIMENTO
JA CULTURA
MOTO CERTA
cultura novamente
DIGITAL

Plataforma digital será canal de comunicação entre o governo, PNUD e sociedade

O Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), e o Programa das Nações Unidas para […]

14/11/2019 10h05
Por: Walcy Vieira

O Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), implantaram, nesta quinta-feira (14), a Coordenação Estadual para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O evento aconteceu no Palácio de Karnak com a presença do governador Wellington Dias.

O evento marca também um ano da parceria entre o Governo do Piauí e PNUD. “O evento mostra a importância que a parceria com o PNUD teve para nos ajudar a repensar e refletir a política de desenvolvimento territorial, que é a base para construir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) lá na ponta, junto com a população”, explicou a superintendente de Planejamento Estratégico da Seplan, Rejane Tavares.

Os ODS são uma pactuação mundial baseada nos objetivos que todos os países fecharam num acordo para a melhora dos níveis de desenvolvimento, contemplando, por exemplo, a inclusão social, o fim da pobreza, a conservação ambiental e a inclusão da mulher de forma pró-ativa, entro outros, necessários para a construção de uma sociedade de fato sustentável para todos.

Rejane Tavares destacou ainda a importância de todos os entres para atingimento das metas. “Não se faz desenvolvimento hoje só com o governo, só com a iniciativa privada, ou sem a sociedade.  É de um tripé de responsabilidade. Precisamos que o governo se responsabilize pela sua parte, com ações que ele tem que desenvolver. Que a iniciativa privada também assuma seu papel como agente de desenvolvimento sustentável e que cumpra esse papel dentro de processos inclusivos; e a sociedade assuma seu compromisso de responsabilidade participativa, pró-ativa construindo junto com esses entes”, afirmou.